sábado, 26 de junho de 2010

Sem e Com

Coisa boa é uma viagem. É uma coisa que faz você não pertencer e ao mesmo tempo estar em contato com alguma coisa que você não tem controle. Desde do início até depois do fim traz consequências ao viajante. No início decide-se onde quer ir, põe o dedo no mapa e escolhe. Escolhido o destino, arruma mala, compra coisas ou até mesmo se chateia em fazer mala e não a faz. Depois,mala pronta. Destino na mão. Caminho desconhecido. Nada paga.Aliás se você tem mais dinheiro caminhará por um caminho mais desconhecido ainda.Então chega-se ao destino, sente o cheiro do lugar,procura um local para se instalar. Sai, desobrindo o que existe por ali. Conhece gente diversa, ou se aproxima de gente que você conhecia mas que nem falava. Tira fotos, come em restaurantes, compara sua cidade com aquela. O povo com seu povo.E vai a festas, se diverte. Esquece a vida lá que tivera. Descola-se de sua vida conhecida. E  arrisca a reinventar-se. Inventar-se do zero. Sem conhecidos, sem parentes. Sem e Com.Não pertence aquele lugar ali, não pertence aquele momento ali. Nem a ninguém ali. Tanto despertencimento não apavora. Traz a liberdade pura, envolvente,pulsando frenética. Meio louca. Muitos tentam controlá-la e não se divertem na viagem.Outros, por saberem experimentar e por a desejarem querem fazer de sua vida uma viagem constante. Volta, desfaz mala. Mas não desfaz a lembraça,o cheiro, gosto, companhias...nem a liberdade! Essa fica..mas precisa de fôlego e busca sempre por uma nova rota...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada!!!