domingo, 8 de agosto de 2010

Ele finge que não sabe o que você sabe...e você faz o mesmo.

Se você for existencialista, pode em pleno dia dos pais, descobrir que aprendeu mais que seu pai. E que agora parece, que ele precisa mais de você. Do que antes. Porque antes, você era incapaz de perceber, ele sem sua capa de herói. Ele de carne e osso.E agora,tu descobres que ele é um corpo frágil como o seu, um corpo sensível. E que se mostra ,agora, sem necessitar se esconder. A casa  que antes estava cheia de crianças, agora, está com elas em retirada. Cada filho segue teu rumo, e sempre um fica. Quem sabe você ,que é o mais sensível para perceber, o seu pai de agora.Muitos dizem que foi covardia sua não ter saído de casa logo, enquanto podia. Mas acredito que no fundo, você é muito mais corajoso do aqueles que se foram.Porque você fica lá de frente para o seu pai. Fingindo que não percebeu a sua fragilidade.Ele por sua vez, percebe que você já está na idade de saber e sabendo que você sabe, ele finge que não sabe o que você sabe...e você faz o mesmo.Não por pena, mas sim por amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada!!!