quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Entre a prosa e o verso: qualquer coisa sem fim...

Fim de semestre. Cansaço. Trabalho. Aulas próximo ano. Alunos. Em casa. Nas escolas. Públicas. Privadas. Cursinhos. Universidade. Formação docente. Quero ser professora?


Hoje. Notícia. Aluno universitário. Esfaqueia professor. Onde. Universidade. Quem são os alunos?

Amigos. Com medo de lecionar. Crianças. Adolescentes. Adultos. Onde isto vai parar?

Fim. Fim de semestre. Fim do inicio. Quem será que continuará?

País. Sem escolas. Sem educação familiar. Sem educação escolar. Com muito discurso. Só.

Professora. Que fim que ninguém quer.

Como ser? Sem família? Sem escola.

Só resta pedir.

Almas boas.

E voltar ao misticismo de idades anteriores.


E o início


E o fim


Explicam-se


Em


Uma folha.

Naiana F.
08/12/10

Um comentário:

Obrigada!!!