domingo, 22 de maio de 2011

Corrupções e liberações no teatro brasileiro da esquizofrenia.

Corrupções e liberações no teatro brasileiro da esquizofrenia.



Não sei se fico alegre ou triste, mas é incrível como cada brasileiro luta separado e bem. Pena que não muito bem quando se ajunta, ou quanto faz são por manifestações não tão favoráveis, mas como bem e mal está na cabeça de quem pensa..deixa para lá. Quer dizer deixa para lá esse negocio de dualismo entre as forças, a questão parece ser bem, bem mais problemática. Qual a questão? O nacionalismo frouxo do brasileiro, essa falta de alguma coisa que não sei bem o que é, mas que infelizmente tenho observado. Essa semana choveu casos e causos para exemplificar isto, não sei se trabalharei preservando a data dos acontecimentos. Apesar de que a data, ou a ordem cronológica é o que menos importa, os fatos parecem ser mais contundentes. Em São Paulo lutaram para liberar a maconha no Brasil, foi muito corre-corre, bomba de gás lacrimogêneo... O militar brasileiro sempre ávido por uma lutazinha Hollywoodiana. Sim, os manifestantes devem ter gritado: Ditadura! Ditadura! Porque parece que essa realidade foi timbrada na cabeça dos mais jovens como a mais cruel do Brasil, claro que foi, mas de forma nenhuma eles nem eu sentimos. Eu e eles podemos hoje julgar qualquer evento como ditatorial sem derramar nenhuma lágrima. Oposto acorreu, quando uma professora minha na universidade, foi tentada a comentar sobre esse período plúmbeo no país. Ela chorou lágrimas de sangue em apenas duas frases que proferiu. E isso sim é saber o que é ditadura... Recuando mais para o presente, podemos notar a infinidade de realidades cruéis, mas que são totalmente apagadas... É sinal que a memória nacional não se atualizou, ou não é vontade se atualizar. Eu só teria uma pergunta a fazer haverá maconhodromo? Porque detesto a nicotina, mas, mas quem fuma não se incomoda e me incomoda? O que faremos? Porque penso que não somos todos fumantes... O país ou o material humano que fará uso desta liberdade possui algum senso do que é viver em sociedade? Terei que me preparar para as fumaças dos cigarros... Comprarei uma máscara isso sim. Em contraste, a essa motivação tão-tão a favor da maconha, foi possível observar como um candidato em particular acumulou tanto dinheiro em quatro anos de mandado, sem nenhuma explicação que possa acalmar meu cérebro pensante, ou sem nenhuma manifestação da sociedade. A liberação possui mais adeptos, porque, se liberar, os fumantes irão se espojar e aproveitar. Mas será? Entretanto, a corrupção é a doença hereditária e que se convive como diabetes, pressão alta. E acho que, em geral se pensa, “ele” não roubou do meu bolso. Como a corda sempre afrouxa para o mais pobre ou o denunciante de qualquer falcatrua, como um vereador do Rio de Janeiro pôde não recusar um carro milionário, porque segundo ele, com uma cara de Bambi perdido da mãe falou, “-eu aceitei porque eu não tenho como me locomover”. Aqui na Bahia, um caminhão com não sei quantas toneladas de arroz da merenda escolar estavam estragados... É tanta loucura. Se somos todos neuróticos, como disse Freud nossa sociedade como diz alguém que conheço é esquizofrênica!



®Naiana Freitas, 22 de maio de 2011

Um comentário:

  1. Eta danada!
    post complexo...

    O.o
    mas é realmente tudo muito impressionante neste Brasil.

    ResponderExcluir

Obrigada!!!