domingo, 22 de abril de 2012

Esboço Imperfeito do Amor Contemporâneo [PARTE V]


  Fluidez, leveza... Este é o amor contemporâneo!.
“[...] Esforço para emancipar o relacionamento de sentimentos erráticos e vacilantes,para assegurar que - aconteça o que acontecer com suas emoções -os parceiros continuem a beneficiar-se dos dons do amor: o interesse, o
cuidado, a responsabilidade do outro parceiro. Um esforço para alcançar o estado em que se possa continuar recebendo sem dar mais, ou dando não mais do que o padrão estabelecido exige...”  ZYGMUNT  BAUMAN






Naiana Freitas, 22 de abril de 2012.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada!!!