segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

O supérfluo do amor...

Se os amores custam dinheiro, realmente nós estamos perdidos...
E muitos dizem que amam, como? Se compram tudo?É... Eu  registro um novo termo: O supérfluo do amor!
Eles  são os compradores do supérfluo de tudo e do amor também...e o mais angustiante é que nem sabem...estão vivendo e amando e cobrando o tempo que perderam com o outro...perderam tempo e amaram. A contradição das mais loucas...é por isso que a lei foi convocada para obrigar os caloteiros do amor a pagar o que devem aos seus amantes... 

Que coisa!

Naiana Freitas, 10 de dezembro de 2012.

Um comentário:

Obrigada!!!