domingo, 30 de dezembro de 2012

Trecho de "A mensagem" Clarice Lispector


“[...] Sobretudo a moça já começara a não sentir prazer em ser condecorada com o titulo de homem ao menor sinal que apresentava de... de ser uma pessoa. Ao mesmo tempo que isso a lisonjeava, ofendia um pouco: era como se ele se surpreendesse de ela ser capaz, exatamente por não julgá-la capaz. Embora, se ambos não tomassem cuidado, o fato dela ser mulher poderia de súbito vir à tona. Eles tomavam cuidado.”


LISPECTOR, Clarice. A mensagem. In: idem. A legião estrangeira. Rio de janeiro: Rocco, 1999.p.31

Naiana Freitas, 30 de dezembro de 2012

Um comentário:

  1. Um título impróprio com certeza.
    Um grande bj querida amiga e um lindo 2013 para ti e para os teus.

    ResponderExcluir

Obrigada!!!