domingo, 10 de fevereiro de 2013

Walter Benjamin: mais um alemão para a minha lista


Eis o senhor Benjamin como nunca vi antes. A verdade é que cada dia que passa me rendo à escrita dos germânicos.  Antes, ignorava o Benjamin, não por desentendê-lo por completo, mas considerava sua escrita enfadonha demais... Eis que agora me rendo e descubro: mais um alemão para a minha lista de autores. Com certeza, este W. Benjamin não é o mesmo que li há tempos atrás, como nem eu mesma sou a mesma quando o li pela primeira vez. O que permaneceu igual foi o tradutor.




[...] Submetendo-se à noite, Proust vencia a tristeza sem consolo de sua vida interior, e construiu, com as colmeias da memória, uma casa para o exame de seus pensamentos”.


BENJAMIN, Walter. A imagem de Proust. In: idem. Magia e Técnica, Arte e Política: Ensaios Sobre Literatura e História da Cultura. Tradução Sérgio Paulo Rouanet. 7 ed. São Paulo, Brasiliense, 1994. p.38. (Obras Escolhidas. Vol. 1. )

Um comentário:

  1. Walter Benjamim na Universidade Federal chega a ser assustador! Risos....Os professores dão a ele um ar pertubador e incompreensivo demais.

    ResponderExcluir

Obrigada!!!