domingo, 27 de outubro de 2013

[...]


"[...] I have died every day waiting for you
Darling, don't be afraid I have loved you..."


Christina Perri

A Thousand Years





Naiana Freitas, 27 outubro de 2013. 

sábado, 26 de outubro de 2013

A maior tortura/Florbela espanca


(A um grande poeta de Portugal)

Na vida, para mim, não há deleite
Ando a chorar convulsa noite e dia...
E não tenho uma sombra fugidia
Onde poise a cabeça , onde me deite!

E nem flor de lilás tenho que enfeite
A minha atroz, imensa nostalgia!...
A minha pobre Mãe tão branca e fria
deu-me a beber a Mágoa no seu leite!

Poeta, eu sou um cardo desprezado,
A urze que se pisa sob os pés.
Sou, como tu, um riso desgraçado!

Mas a minha tortura inda é maior:
Não ser poeta assim como tu és

Para gritar num verso a minha Dor!... 

Acessado 26 de outubro de 2013.

Naiana Freitas, 26 de outubro de 2013

A nossa casa/Florbela espanca

A nossa casa, Amor, a nossa casa!
Onde está ela, Amor, que não a vejo?
Na minha doida fantasia em brasa
Constrói-a, num instante, o meu desejo!

Onde está ela, Amor, a nossa casa,
O bem que neste mundo mais invejo?
O brando ninho aonde o nosso beijo
Será mais puro e doce que uma asa?

Sonho... que eu e tu, dois pobrezinhos,
Andamos de mãos dadas, nos caminhos
Duma terra de rosas, num jardim,

Num país de ilusão que nunca vi...
E que eu moro — tão bom! — dentro de ti
E tu, ó meu Amor, dentro de mim...


© Florbela espanca
In Charneca em flor, 1931

Acessado 26 de outubro de 2013.


Naiana Freitas, 26 de outubro de 2013

sábado, 19 de outubro de 2013

Eu Não Existo sem Você /Maria Bethânia



Eu sei e você sabe
Já que a vida quis assim
Que nada nesse mundo
levará você de mim

Eu sei e você sabe
Que a saudade não existe
E todo grande amor
Só é grande se for triste

Por isso, meu amor,
Não tenho medo de sofrer
Que todos os caminhos
Me encaminham para você

Assim como o oceano
Só é belo com o luar
Assim como a canção
Só tem razão de se cantar

Assim como uma nuvem
Só acontece se chover
Assim como o poeta
Só é grande se sofrer

Assim como viver sem ter amor
Não é viver
Não há você sem mim
E eu não existo sem você!

Naiana Freitas,19 de 10 de 2013.

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Dia do professor!

Esse foi o meu presente hoje, o presente de meu pai. O presente na verdade é mais que isso, abaixo do papel e da escrita digitada, existe uma coisa que aprendi com a minha família: ser humana. E, é nisto que acredito: é preciso ensinar a humanidade ser mais humana. Estou aqui para isto. Para minha família, eu tenho a melhor profissão do mundo.


Naiana Freitas, 15 de outubro de 2013

domingo, 13 de outubro de 2013

Jacarandá/Michele Leal


Para que você volte pra cá
Seus olhos azuis a me mirar
Suas orações a me guiar

Minha vida era mais sorriso assim
Porque todas as flores que hoje sei
Foi você quem me ensinou

Céu, devolve meu ouro, minha felicidade
Deus, protege, ilumina e guarde a todos nós
Assim ela dizia

Jacarandá que flor seria essa,
Que linda flor se parece com você
Dama da noite que perfuma a cidade
Seu manacá lá no morro traz saudade


Naiana Freitas, 13 de outubro de 2013.


sexta-feira, 11 de outubro de 2013

A criança que eu fui é a adulta que eu sou.

Eu, aos seis anos de idade. Indo para a 1º série. Séria!  Amava este vestido, os sapatos e a professora que deixava para trás. O que mudou de lá para cá? A minha perspectiva de espaço, nesta época achava meu bairro e cidade gigantes... Hoje o mundo é pequenininho. Continuo a colecionar canetas... Diferente de antes, a tinta não dura uma eternidade. Acabam logo, logo. Brinquedo favorito: bonecas. Ainda as ganho, em formato de porta-lápis, quadro, enfeites de decoração.  Companhia de brincadeira, piscina, festa do folclore: Minha irmã... Hoje, meus irmãos, estes pedaços de mim.  Brincadeira favorita: Brincar de escola. Eu ganhei quadros de todos os tipos, dos mágicos aos de madeira improvisados. ...Hoje, tenho aquele que os alunos esperam que eu escreva.  A criança que eu fui é a adulta que eu sou. Sem dúvida alguma. Deve ser por isso, que a vida tem sido branda comigo. 



Naiana Freitas, 11 de outubro de 2013.