sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Inutilidades /José Paulo Paes



Ninguém coça as costas da cadeira.
Ninguém chupa a manga da camisa.
O piano jamais abana a cauda.
Tem asa, porém a xícara não voa.

De que serve o pé da mesa se não anda?
E a boca da calça se não fala nunca?
Nem sempre o botão está em sua casa.
O dente de alho não morde coisa alguma.

Ah! se trotassem os cavalos do motor ...
Ah! se fosse de circo o macaco do carro ...
Então a menina dos olhos comeria
Até bolo esportivo e bala de revólver.

Disponível em:http://sentiminto.blogspot.com.br/2008/05/inutilidades-jos-paulo-paes.html. Acesso em:25. fev.2014.

Naiana Freitas, 28  de fevereiro de 2014. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada!!!