quarta-feira, 5 de março de 2014

Trecho de Otelo/ William Shakespeare

“[...] Depende de nós mesmos sermos assim ou assado. Nossos corpos são nossos jardins, cujos jardineiros são nossas vontades. [...] ora, o poder exclusivo e a força reguladora de tudo reside apenas em nossa vontade.”
William Shakespeare



Shakespeare, William. Otelo: o mouro de Veneza. Trad. Carlos Alberto Nunes. São Paulo: Ediouro. [S.A]. P.41


Naiana Freitas, 05 de março de 2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada!!!