quinta-feira, 12 de junho de 2014

A minha indisposição Crônica a seleção Brasileira

A minha indisposição para torcer pela seleção brasileira é crônica. Adquiri essa ferida, na infância. De lá para cá, tal ferida só fez aumentar. Não há mais cura. O elo foi desfeito com essa unicidade, que se chama imaginário brasileiro, ou imaginário de brasileiro. Talvez, bem lá longe, sinta inveja do Brasil que festeja, celebra, ri vendo uma bola em um campo... Inveja de querer tomar para si, essa coisa tão pura que envolve o torcedor... Mas, minha cobiça é meio esquisita: Eu não quero ter para que os outros não tenham, não! Eles devem continuar neste estado de graça, não suportariam viver sem copa do mundo, ou sem “o Brasil da cabeça...” Eles viveriam sem infância. É a minha inveja não é boa, e há inveja boa? Não acredito, não. Só sei que minha inveja é resignada. Ela se acomoda bem, sem possuir.


Naiana Freitas, 12 de junho de 2014 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada!!!